LBV - DIGA SIM

Encerrando a preparação para o amistoso contra o Japão, o técnico Tite e o meia William concederam entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira. O treinador confirmou o atleta do Chelsea como capitão para o teste desta sexta, pediu atenção e seriedade neste ciclo de amistosos da Seleção Brasileira e fez questão de lembrar do meia Hernanes, que vem se destacando e se tornou o grande símbolo da recuperação do São Paulo no Campeonato Brasileiro.

William será o 14° capitão desde que Tite assumiu o comando da Seleção e, apesar da timidez, garantiu que um capitão possui muitas outras funções além de falar e motivar o time. “Nosso treinador estimula que se formem muitos líderes, com diferentes funções e estou muito honrado de ter sido o escolhido da vez pela comissão técnica. Sou um pouco tímido, não falo muito, mas temos vários tipos de liderança e todos tem que contribuir”, declarou o meia.

Apesar dos ciclos de amistoso, Tite pediu para que os atletas tratem todos os jogos como se fossem de uma Copa do Mundo, com muita atenção contra o time do Japão. Além disso, desempenho é o objeto de análise do comandante brasileiro. “Neste momento teremos uma nova etapa de preparação e a forma como os atletas atuam, o desempenho, é fundamental. Quero excelência de todos para que possamos atingir um nível forte”, disse Tite.

Um dos principais temas abordados pelo treinador foi o tempo para testes dos jogadores. Tite lamentou o pouco tempo de avaliação, mas enfatizou que está de olho em todos os jogadores. “São poucos jogos e tudo se torna muito desafiador. Quero ver todos de uma forma justa e manter uma relação de transparência”, comentou.

Quando se trata de possíveis convocados, o nome da vez é o de Hernanes. O meia do São Paulo é o grande destaque da recuperação tricolor e o comandante da Seleção fez questão de lembrar do meia. “Nós estamos de olho no grande momento que o Hernanes está. Ficamos atentos a todos os atletas nesse curso que antecede a convocação e principalmente se eles continuam em um bom momento a longo prazo. O Hernanes é ambidestro, tem muita qualidade no passe, boa finalização, se adaptou a uma função de articulador pela esquerda com o Dorival (Júnior), além de retomar o bom momento”, ressaltou Tite.

Os amistosos contra Japão e Inglaterra foram tratados com muito respeito pelo treinador, que afirmou estar motivado a jogar contra equipes de locais diferentes, visando acrescentar na parte tática da sua equipe. “São características de jogo diferentes da América do Sul. Teremos pela frente equipes com mais mobilidade, transição rápida e com triangulações. É hora de se ajustar e buscar uma excelência de desempenho”, apontou o treinador.

Publi1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here